Por Victor Miller em setembro de 2018

Hoje em dia é tão fácil criar uma conta no YouTube quanto um e-mail, bastando alguns minutos para preencher um formulário. Alie isso a facilidade em se ter equipamentos como câmera e microfone por um smartphone que assume ambas funções e houve uma “democratização” da produção de conteúdo em vídeo, o que é algo positivo de modo geral.

No entanto, é comum vermos na internet pessoas que acabaram de criar seu primeiro vídeo, publicando qualquer conteúdo e saindo desesperadas por parcerias, praticamente implorando nas redes sociais para que outros se inscrevam e comentem. A grande verdade é que isso não funciona, dificilmente já funcionou e incomoda muita gente, além de gastar uma energia desnecessária por parte do autor.

Cross-overs entre YouTubers são legais apenas quando o canal já tem um público definido e conteúdo “sólido”. Caso contrário, mesmo que um canal gigante te divulgue, se você não tiver estabelecido essas características, dificilmente obterá retorno favorável.

Pensando nisso, nós da Epic Play selecionamos algumas dicas, que não são uma “fórmula mágica”, mas podem te ajudar a ter um canal bem sucedido sem gastar muito dinheiro.

1. Procure criar um conteúdo “diferentão”

YouTube Gaming, seção de games da plataforma.

No YouTube encontramos vários canais bastante semelhantes, conhecidos popularmente como “genéricos”. A pergunta que fica é: qual o sentido do espectador ir ao seu canal se ele é mais um que fala de games? Já existe o Zangado Games, o BRKsEdu e outros populares. Fazer um material semelhante será apenas “mais do mesmo”.

Tente focar em algo que ainda não existe no YouTube, ou se existe, trabalhe para diferenciar o que já existe. Falando de games, procure um nicho que não foi explorado, ou se foi, procure um material de qualidade sobre jogos que não tiveram expressividade suficiente no YouTube. Você gosta muito de uma franquia, mas sente que não falam dela de forma relevante ou como você esperaria sobre? Que tal tentar algo? Seu mantra poderá ser: “Isso só acham no meu canal”.

Vamos citar o Kane TV que fala de retrogames em geral, mas o que poderia ser apenas “mais um canal genérico” acaba sendo diferente ao seu modo. A forma de falar, as edições e o estilo são inovadores, sendo algo que você vê apenas no Kane TV

No Brasil não há canais grandes especializados em diversas franquias famosas de games, como Final Fantasy, podendo ser uma luz no túnel.

2. Qualidade e rotina andam juntas

Velberan é um ótimo exemplo de canal com conteúdo constante de qualidade.

Sabe o ditado “a pressa é inimiga da perfeição”? Na internet pressa e perfeição fizeram as pazes. Tão importante quanto a qualidade do conteúdo é o ritmo de publicações, sendo fundamental que haja vídeos sempre num dia X da semana. Recomendamos que haja pelo menos um por semana, mas quanto mais vídeos constantes e um horário fixo, melhor.

Além disso, a qualidade também é fundamental e, por mais que as pessoas não saibam o porque, elas sentem quando algo é bom ou ruim. Ou seja, elas não saberão explicar o “porque do vídeo ser chato” ou o “porque do vídeo ser legal”, mas elas captam a mensagem. Com um microfone em que o áudio saia cristalino, uma câmera em que a qualidade de imagem seja boa e uma iluminação bacana, já são pontos positivos (muito positivos) de partida. Também é importante caprichar na edição de vídeo e é bom fazer com que a imagem sempre “converse” com o que você está falando.

3. Apareça

MrPoladoful é um exemplo que adquiriu notoriedade após se “mostrar”.

Aparecer nos vídeos do YouTube ou ter uma imagem atrelada à sua pessoa, mesmo que em forma de desenho, te dará mais chances de você ser bem sucedido na plataforma. Não é regra, já que há canais bem sucedidos em que o YouTuber não aparece, mas é uma dica a se levar em conta pra quem quer notoriedade na plataforma.

E lembre-se, não importa sua aparência ou idade, deixe a timidez de lado. Se for aparecer de forma não-caricata, pessoalmente e sem máscaras, apenas procure estar apresentável com uma roupa passada, banho tomado e cabelo penteado. As pessoas não sentem seu cheiro, mas geralmente se percebe fácil quem está bem cuidado ou não.

Apareça, apresente-se, peça para as pessoas curtirem e compartilharem o vídeo. Mas lembre-se, pois o foco é o conteúdo do vídeo. Portanto, se for trazer algo com teor mais informativo, a dica é aparecer no início e depois jogar a imagem do que você está falando com sua voz ao fundo. Fazendo uma live, é importante que sua câmera ocupe menos espaço na tela do que o jogo.

4. Desenvolva identidade e assim o carisma, consequentemente

O canal “Colônia Contra Ataca” é exemplo de carisma e identidade.

É comum as pessoas acharem que carisma é algo inato, mas não é bem assim, existindo a possibilidade de desenvolvê-lo junto a sua identidade. O primeiro passo para isso é ter bom humor, especialmente quando se trata de um canal de games, afinal, as pessoas já tem seus problemas na vida cotidiana e a maioria vai buscar algo relacionado ao seu game favorito querendo se divertir.

Por mais que tenham muitos canais em que a polêmica funcione e, vamos ser francos, quase todo mundo ama “uma treta”, note que os mais famosos do Brasil são aqueles que, mesmo “tretando”, transmitem conteúdo humorístico na grande maioria dos vídeos. Afinal, ninguém quer ver no YouTube um cara que está sempre mau humorado e raivoso sem qualquer outro objetivo aparente, como o próprio fato de entreter alguém. Isso só é útil em momentos muito específicos que envolvem o descontentamento, como em política, por exemplo.

Outro ponto que ajuda na identidade do canal e em seu carisma é repetir uma mesma frase “pegajosa”. Perceba que no Planeta Sonic sempre inicia-se com um “Olá amigos do Planeta Sonic” e no final há o slogan “Se você é fã do Sonic, é fã do Planeta Sonic”. BRKsEDU tem o tradicional “E aíííí pessoallll…tudo beeem? Aqui quem fala é o Edu” e o Velberan tem o desfecho com “Nos vemos no próximo vídeo….FALOOOU!”.

Pra completar, valorize seu sotaque, gírias, cacoetes e tenha um estilo bem “seu”, sendo algo que dá mais identidade ainda a você e ao seu canal. Cariocas falam chiado “cariocash”, enquanto os mineiros vão falar “uai”, paulistas vão dizer “pô meu”, enquanto os interioranos puxarão o “R” (“porrrta“) e os gaúchos vão dizer “guri” e “tchê”. Diferente do jornalismo televisivo, no mundo do entretenimento não tenha medo do seu sotaque, ele pode ser uma vantagem.

5. “Me nota senpai!”

Os “coraçõezinhos” no YouTube.

Em um passado distante talvez funcionasse essa história de que a “celebridade” ou a “pessoa famosa” fosse aquele ser intocável que você não tinha qualquer tipo de contato. Na internet não funciona assim, especialmente no YouTube.

É importante interagir com o público, responder comentários ou pelo menos dar um “coração” para que as pessoas se sintam valorizadas (veja o Master Alucard, exemplo da imagem acima). Afinal, a medida que o canal vai crescendo, você vai adquirindo fãs e respondê-los é algo que os fideliza. Quando um canal começa a ficar muito grande e com muitos comentários, é literalmente impossível responder a todos, mas quanto mais responder o seu público, esclarecer dúvidas e ser legal com eles, melhor.

6. Haters te ajudam e você terá eles

Camiseta no Amazon.

Sabe a frase “nem Jesus agradou a todos, quem dirá eu?”, ela se aplica perfeitamente aqui. Não importa o assunto, já que você pode ter um canal sobre poesias mas, inevitavelmente, terão pessoas que não gostarão de você. Seja por não concordarem com o conteúdo que você propõe, ou por você se destacar mais do que elas no mesmo segmento (inveja) ou simplesmente não “irem com sua cara”.

Só que isso não é motivo para se abalar, pelo contrário: fique feliz quando aparecerem, já que os haters são um “termômetro” do seu sucesso e podem ser uma excelente ferramenta de divulgação. Eles vão comentar em seu canal destilando frases de ódio, muitas vezes farão montagens ou exibirão prints fora de contexto, vão compartilhar seu vídeo numa tentativa de te ridicularizar ou tentarão, de todas as formas, “tretar” com você. Esse é um  momento “chave” para que mais pessoas venham a conhecer seu trabalho e caso ele seja bem feito e tenha coerência, esses mesmos haters vão te promover.

Se algum comentário negativo chegar em um vídeo e você conseguir responder a pessoa “colocando-a em seu lugar” de modo educado, com classe e de preferência com bom humor, você ganhará mais fãs e as pessoas que gostam de você passarão a gostar mais ainda. No entanto, tome cuidado, já que às vezes você pode estar de “cabeça quente” e dar uma resposta exagerada e muito enfurecida o que pode acabar afastando pessoas de você, sendo que este não é o objetivo. A “chave” está na dose certa e no bom senso, mantendo a compostura.

7. Do mais importante para o menos

Quem vos fala, fazendo uma live no Planeta Sonic. 🙂

Os primeiros segundos do vídeo são primordiais para que a pessoa “pare” nele e o assista por completo, então faça a pessoa se interessar o quanto antes. Perceba que no Planeta Sonic as videoanálises (como a de Sonic Unleashed) estão entre os quadros mais populares do canal, sendo que os vídeos possuem um “teaser” com música ao fundo e diversas “frases de efeito” referentes ao jogo que será analisado.

Essas chamadas existem propositalmente para a pessoa se prender ao vídeo e ter aquele sentimento de empolgação e o pensamento de “esse vídeo vai ser bom!”. Caso faça um conteúdo informativo, procure usar a técnica da “pirâmide invertida”, colocando o que é mais chamativo logo “de cara”, indo para um menor nível de importância. Se no livro da Agatha Christie sabemos quem é o assassino na última linha da última página, em vídeos informativos pode ser preferível colocar o nome do assassino na primeira parte do roteiro. Seja direto ao ponto.

8. Miniaturas, vinheta, títulos também são importantes

Sonic 2 XL + Sonic obeso treinando corrida.

Evite ao máximo usar a miniatura feita pelo próprio Youtube. Podendo colocar uma imagem chamativa relacionada ao tema proposto pelo vídeo, melhor. Se puder personalizar a miniatura com um layout próprio, fazendo uma edição no Photoshop, melhor ainda. Aqui é mais um ponto para dar identidade ao seu canal e o vídeo acima do KaneTV demonstra isso usando o nome Sonic 2 XL (XL de eXtra Large, ou extra largo em nosso idioma), com um Sonic obeso.

Por falar nisso, o título também é importante para chamar a atenção do público. Escrever “JOGO X – Videoanálise” não atrairia tantos cliques em um canal menos conhecido quanto “JOGO X – De longe, o jogo mais injustiçado da indústria dos games!” ou qualquer outra frase de efeito. Por fim, uma vinheta para seu canal também é importante, sendo que esta não precisa ser mega produzida e 100% profissional, mas funciona para fortalecer a identidade. Apenas 5 segundos é suficiente.

9. Locução do vídeo

Zangado Games, ótimo exemplo em locução de vídeo.

Outro ponto importante é a clareza de suas palavras quando você transmite uma informação. Você não precisa ter voz de locutor e nem fazer curso para se dar bem no YouTube, a dica primordial é pronunciar todas as sílabas das palavras. O canal do Zangado (vídeo acima) é um excelente exemplo de locução. Perceba que ele se expressa com clareza, em ótimo ritmo e pronuncia todas as sílabas.

Em linguagem coloquial, as pessoas tendem a dizer “Está ‘entranu no á o canal do Itube”. Fale com todas as sílabas “Está entrando no ar o canal do YouTube”. Você tem seu modo de se expressar, mas podendo não falar rápido demais também é algo bom, trazendo as palavras corretamente e não demonstrando ansiedade. Também não fale tão lentamente, pois isso pode “dar sono” em muita gente.

10. Valorize o que é mostrado

GWENT: The Witcher Card Game.

Evite usar apenas fotos ou o áudio na plataforma, afinal, no YouTube valorizar o conteúdo de gravação em vídeo (do jogo em si, por exemplo) é importante para deixá-lo mais atraente.

Evidente que, dependendo do conteúdo, não tem como colocar apenas vídeos, já que a informação vem de imagens. No entanto, se você tiver que escolher entre uma foto, áudio ou um vídeo que passe a mesma informação, sempre dê preferência ao vídeo. O Joeveno é um exemplo de quem valoriza os vídeos e coloca fotos apenas quando não há outra opção.

11. Transmita sentimentos

Tomb Raider: Definitive Edition.

Além de informar, é importante ter em mente o que você quer que as pessoas “sintam” ao assistir aquele vídeo. Qual sentimento você quer transmitir? Você quer que a pessoa ria? Tenha adrenalina elevada? Chore?

Além disso, depois de selecionado o sentimento que você quer transmitir, vem a pergunta: “o que posso fazer para transmitir esse sentimento?”. O vídeo de Super Mario Bros Z do Planeta Sonic é um excelente exemplo de vídeo empolgante em seu início, porém que leva muitas pessoas a tristeza em seu desfecho. Perceba que para emocionar o público, o final do vídeo fica em “câmera lenta”, em preto e branco, em conjunto com música triste e o YouTuber falando com a voz mais serena quando comparado ao início.

12. Gaste pouco dinheiro falando sobre o que você gosta

Hoje é possível gravar gameplay e lives nos próprios consoles.

Não menos importante que os outros e por mais óbvio que pareça, é imprescindível fazer o que gosta, afinal, seu canal no YouTube vai perder o sentido para você mesmo se não fizer algo que seus “sentimentos” propõe, o que pode causar queda de produtividade.

Se for visar dinheiro e popularidade, dá no mesmo, até porque monetização relativamente alta é algo distante para a maioria dos YouTubers. No entanto, a medida que você vai fazendo sucesso e seu canal vai crescendo, várias oportunidades vão surgindo. Com um trabalho bem feito, você amplia de modo significativo seu networking e é capaz de algum chefe de empresa olhar seu conteúdo e dizer: “quero ele trabalhando comigo” ou “quero ele divulgando nossa marca”.

Também é possível arrumar parcerias em que lojas enviam produtos; é capaz de ser convidado para palestrar em eventos para contar sua experiência, muitas vezes com as despesas de viagem pagas, conhecendo pessoas, fazendo novas amizades e acabando por obter diversas outras “riquezas” além do puro e simples dinheiro que alguns acham que vão ganhar fazendo o que é “popular”.

Persistência, dedicação, rotina, bom humor e conteúdo de qualidade são as palavras-chaves para que seu canal se saia bem. O núcleo de tudo, tanto para um canal de games quanto para geral está em uma palavrinha: Ser divertido tanto para você, quanto para quem te assiste.

Deixe sua Opinião

  1. Senti falta de uns carinhas ai

    mesmo assim, bom texto

    Responder

Deixe sua opinião

Seu e-mail não será publicado. Os campos * abaixo são requeridos.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esqueci a Senha

Entre com seu nome de usuário ou e-mail. Você receberá pelo e-mail registrado um link que lhe criará uma nova senha.