Por Victor Miller em julho de 2016

Sendo um dos maiores fenômenos dos games ou até mesmo da cultura japonesa, Pokémon, a série criada por Satoshi Taijiri da telinha do Game Boy, onde a franquia nasceu, levou os monstrinhos de bolso a ter seu próprio anime, filmes, bonecos, cards e todo tipo de produto imaginável. Mesmo após anos de lançamento da franquia, ela continua com uma forma imensurável. Do sucesso estrondoso de Pokémon GO, ao Pikachu e seus amigos estampados no uniforme da seleção japonesa na Copa do Mundo da FIFA, a marca sempre se mantém em destaque.

Se você está acostumado a ouvir aquelas curiosidades “mamão com açúcar” de Pokémon como o fato de Ekans ser “snake” ao contrário ou Arbok ser “kobra” respectivamente, respira fundo, deixa essa tensão passar e vem conosco pois nós da Epic Play trouxemos nada mais, nada menos que 63 curiosidades e segredos, tendo alguns fatos realmente chocantes sobre a franquia super lucrativa dos monstrinhos de bolso.

CURIOSIDADES DOS GAMES

Pokémon Red/Blue

63 – Pokémon se chamaria “CapuMon”

O conceito original de Pokémon era conhecido como Capsule Monsters quando foi apresentado para a Nintendo no início dos anos 1990. Esse conceito era bem próximo do que a gente conhece, inclusive com os monstrinhos sendo guardados em bolas (daí o nome “Capsule Monsters”) e usados em batalhas. A ideia original veio da experiência de Taijiri, que gostava de colecionar insetos quando criança. Influenciado pelas máquinas gashapon (aquelas que dão uma pequena capsula com um brinquedo dentro), Satoshi moldou a ideia dos CapuMon. O problema é que a marca já estava registrada, então ele foi obrigado a mudar para Pocket Monsters, e foi aí que surgiu Pokémon.

62 – Professor Carvalho seria originalmente um oponente

O Professor Carvalho seria um dos oponentes que você enfrentaria quando tivesse obtido a vitória do campeão da Elite 4, contudo a programação foi mudada na versão final. Os pokémons utilizados por ele seriam: Tauros no nível 66, Exeggutor no nível 67, Arcanine no nível 68, Gyarados no nível 70 e o inicial que foi deixado de lado (tecnicamente o inicial que possui desvantagem contra o seu já que Blue/Rival pegou o que possui vantagem). No entanto, é possível batalhar contra o Professor Carvalho devido a presença de um glitch (erro).

61 – A primeira geração teria 190 Pokémons

Isso mesmo, existiriam 39 a mais! Contudo esses 39 a mais foram deixados para serem adicionados aos jogos da II Geração.Os pokémons que também fariam parte da primeira geração incluem: Scizor, Shuckle, Heracross, Sneasel, Teddiursa, Ursaring, Slugma, Magcargo, Swinub, Piloswine, Corsola, Remoraid, Octillery, Delibird, Mantine, Skarmory, Houndour, Houndoom, Kingdra, Phanpy, Donphan, Porygon2, Stantler, Smeargle, Tyrogue, Hitmontop, Smoochum, Elekid, Magby, Miltank, Blissey, Raikou, Entei, Suicune, Larvitar, Pupitar, Tyranitar, Lugia e Ho-Oh. Por que não foram adicionados? Provavelmente devido ao espaço do cartucho do Gameboy que não fora suficiente.

60 – Bicicleta impossível de comprar


Mesmo que você batalhe contra todos os jogadores dos jogos da I Geração, é impossível comprar uma bicicleta. Isso porque ela custa 1.000.000 Poké-Dollars e o máximo que o jogador pode possuir é 999.999 Poké-Dollars.

59 – Teoria aponta que houve uma guerra antes da história do primeiro jogo

Nos jogos Pokémon da primeira geração, seu personagem não tem um pai, e sua mãe confia em você como o homem da casa. Os jovens estão em posições de poder em todos os lugares, e você não vê muitos homens adultos que não estejam na máfia ou sejam militares. Até mesmo Lt. Surge diz a certa altura: “Ei, garoto! O que você acha que está fazendo aqui? Você não vai viver por muito tempo em combate! Isso é certeza! Eu te digo garoto, Pokémons elétricos me salvaram durante a guerra! Eles eletrocutaram meus inimigos, paralisando-os! O mesmo que eu farei com você!”.
Se você quer saber mais sobre esta teoria, vamos revelar algo importante mais ao final…

58 – Lavender Town é conhecida por causar mal-estar em jogadores

Há uma série de estranhos fenômenos associados com a Lavender Town nos jogos Red/Blue originais. Dizem que a música que os jogadores ouvem enquanto estão na cidade contém tons isocrônicos, o que poderia ser a causa do mal-estar que é conhecida como “Síndrome da Cidade de Lavanda”.

Pokémon Gold/Silver

57 – Pokémon deveria acabar nessa geração

Originalmente era pra franquia Pokémon ter acabado na segunda geração. A ideia era que ambos os jogos tivessem uma história com um “ponto final”, ma$ o$ de$envolvedore$ acharam que i$$o não $eria uma boa ideia, e os games continuam até os dias de hoje.

56 – Red/Blue e Gold/Silver seriam irmãos

Originalmente, Red, protagonista de Pokémon RED/BLUE seria irmão do protagonista de GOLD/SILVER, porém essa ideia foi mudada e Red virou o rival da região de Kanto.

55 – Silent Hill e Pokémon

A cidade inicial do GOLD/SILVER ia ser chamada de Silent Hills, porém na mesma época o jogo de terror de mesmo nome saiu, e aí resolveram mudar para não remeter ao jogo de terror.

Outros Games

54 – Doduo voando com os pés

Não era possível ensinar Fly para Charizard, mesmo que esse possuísse o tipo voador como secundário e asas. Contudo, Doduo era capaz de voar.

53 – Pokémon Puzzle League

Neste game para o Nintendo 64 é possível desbloquear o Mewtwo. Para isso, é necessário segurar o Z e apertar os botões B,Cima, L,B,A,Start,A,Baixo,R. O código soletra “Bulbasaur”

52 – Regiões que se assemelham a realidade


Até a quarta geração, todas as ilhas são reproduções de locais que existem no Japão. Confira um mapa original do Japão.

CURIOSIDADE DO ANIME

51 – Pokémon contra atentados

O Episódio de Tentacruel ficou um tempo sem passar na televisão norte americana devido ao atentado as Torres Gêmeas. Isso ocorreu porque no episódio, o Pokemon destruía a cidade derrubando prédio com suas nadadeiras, o que acabava remetendo ao trágico episódio de 11/7. Não parando por aí, após desastres naturais com terremotos e tsunami que ocorreram no Japão, os escritores do anime Pokémon: Black & White foram forçados a possivelmente reescrever em partes esta série, devido a sua natureza que, de acordo com os mesmos, “feriria” os moradores do Japão. Os episódios envolviam temas como terremotos e destruição em massa. O especial de dois episódios acima foi cancelado.

50 – O nome de “Ash” no Japão é uma homenagem ao criador da série

Satoshi, em uma de suas poucas fotos que podem ser encontradas na internet.

Ash veio do nome original, que em japonês se chama Satoshi. A escolha foi uma homenagem ao criador de Pokémon, Satoshi Tajiri.

49 – Já nome de “Gary Carvalho” no Japão é uma homenagem
a um grande mestre dos games

Imagem: Polygon

Essa singela homenagem não é nem um pouco aleatória: Miyamoto, o mestre criador de sucessos como Super Mario e The Legend of Zelda, foi mentor de Taijiri. Com um mestre desses, não é à toa que Pokémon foi um sucesso!

48 – Os nomes da Jesse e do James também são homenagens

Estátuas retratam um dos mais famosos duelos da história do Japão.

Se nos Estados Unidos a dupla de trapalhões da Equipe Rocket teve seus nomes inspirados em Jesse James, um dos mais famosos foras-da-lei da história do país, no Japão a origem de seus nomes é um tanto mais nobre.

Jesse, a bela “vilã” de cabelos vermelhos se chama Musashi na versão japonesa do desenho animado. Seu nome é uma homenagem ao maior samurai da história do Japão e fundador de uma das maiores escolas do caminho da espada, Miyamoto Musashi. James, seu parceiro de cabelos azuis, originalmente se chama Kojiro. A inspiração para seu nome veio de Sasaki Kojiro, outro famoso espadachim japonês que morreu lutando contra Miyamoto Musashi em um dos mais famosos duelos da história do Japão.

47 – Clefairy seria a protagonista do anime, não o Pikachu

Inicialmente, os criadores do anime pretendiam que Clefairy fosse o mascote principal de Ash. Entretanto, alguns dias antes do desenho começar a ser feito eles resolveram trocá-lo por Pikachu.

46 – Ho-Oh aparece no anime antes de surgir nos games!

O pokémon lendário aparece logo no final do primeiro episódio de Pokémon. Contudo, ele só passa a fazer parte da segunda geração de jogos, na versão Gold & Silver, que foi lançada anos depois. No anime, ele só apareceu novamente muito tempo depois.

45 – Brock “abriu os olhos” somente 3 vezes

Brock e Misty sempre serão os melhores amigos de Ash e nunca haverá dupla melhor para somar com Ash. O garoto aparece sempre de olhos fechados e em todo o anime ele abriu os olhos somente três vezes.

CURIOSIDADES SOBRE OS POKÉMONS

44 – Abra, Kadabra e Alakazam

O mágico Uri Geller que era conhecido por entortar colheres, processou a Nintendo pelos pokemons “Abra, Kadabra e Alakazam” afirmando que eles eram baseados nele. Porem perdeu o processo, pois a Nintendo afirmou que os nomes originais deles eram Yungerer. Apesar disso a circulação das cartas de TCG do pokemon foi interrompida.

43 – Arcanine

Referência no anime.

Originalmente ele seria um pokémon lendário, mas foi substituído por Moltres

42 – Articuno, Zapdos e Moltress

Saudades do Ekans/snake? Os três passaros lendários também contém uma brincadeira em seus nomes, na ordem Articuno, Zapdos e Moltress, o final de cada nome segue uma ordem de UNO, DOS, TRES. Que seria respectivamente Um, Dois e Três em espanhol. E nos jogos, a imagem em 2D de Zapdos é a unica que sempre é mostrada voando ou no ar.

41 – Azurill

Imagem: Amino Apps

Azurill tem uma chance de 25 por cento de mudança de sexo quando evolui.

40 – Benette

Para começar temos Benette, que primeiramente evoluiu de outro Pokémon chamado Shuppet, que é “atraído pelo sentimento de inveja das pessoas”.  Mas vamos falar mesmo é da Benette, “um Pokémon com aparência de boneca que é possuída por puro ódio”. Sua história diz que ela nem sempre foi um Pokémon, no passado ela já foi uma boneca levada ao ódio por uma criança que a abandonou.

39 – Clefable e Gengar

Gengar era originalmente pra ser uma versão “malvada” e Clefable, isso é notável pela forma de Gengar ser semelhante a de Clefable, porém sem as asas e com um olhar malvado… a ideia foi mudada claramente, e Gengar virou a ultima evolução de Gastly.

38 – Cubone

Existe uma história em que o cranio na cabeça de um Cubone pode ser o de sua mãe, que morreu. Cubone em forma de lembrar de sua amada mãe usa ele. Capturem e cuidem bem de um Cubone, galera.

37 – Cyndaquil

Cyndaquill é o único pokemon inicial do tipo fogo, que se mantem “puro” durante toda sua linha evolutiva. Com isso quero dizer, todas suas evoluçoes são do tipo fogo. Todos os outros inicias de fogo sua ultima evolução é fogo + “?”. Exemplo: Charizard é Fogo+Voador, Blaziken é Fogo+Lutador, Delphox é Fogo+Psíquico.

36 – Ditto

Acredita-se que o Ditto seja uma tentativa fracassada de clonagem do Mew. Os Pokémons compartilham movimentos semelhantes, estatísticas e colocaração, além de serem encontrados na mesma caverna do clone bem sucedido do Mew, o Mewtwo.

35, 34, 33 – Mais histórias macabras de Pokémon

Na Pokédex é afirmado que Drifloon é um Pokémon que engana crianças para que elas pensem que ele é um balão e depois as leva embora carregando-as pelo ar.

Drowzee é baseado na lenda de “Baku”, que são espiritos malígnos que se alimentavam dos pesadelos das pessoas. Na podedex diz que Drowzee poe vitimas para dormir somente para se alimentar de seus sonhos.

Este pequeno Pokémon é completamente inspirado na figura da morte (capuz preto, rosto de caveira). Na pokédex, Duskull é descrito como um “Pokémon que persegue crianças que não seguem as regras”. Quando Duskull evolui, ele se torna Dusclops, que é “capaz de engolir qualquer coisa, que jamais será vista novamente”.

32 – Exeggcute

Exerggcute é formado geralmente por 6 cabeças, pertence a espécie “Pokémon Ovo”, possui “egg” (que significa ovo) no nome, possui uma cor semelhante a do ovo, mas mesmo assim não é um ovo. Exeggcute é na verdade sementes de plantas.

31 – Farfetch’d

Um dos verbetes da Pokédex sobre ele diz que os seres humanos quase caçaram o Pokémon até a extinção, praticamente provando que as pessoas no universo Pokémon comem os bichinhos. Ugh.

30 – Gothita

Pensou que as histórias “trevosas” tinham acabado? Todas as evoluções deste Pokémon são bizarras. Gothita é inspirado nas vestimentas de pessoas góticas. Ele sempre fica encarando algo que só aparece para ele ver. Quando evolui para Gothorita, gosta de roubar as pessoas a noite. Já na forma de Gothitelle, ele passa a usar suas habilidades para ver o futuro, especialmente a morte de seu treinador. Algo muito básico, comum na vida de um treinador Pokémon, nada bizarro… Só que não!

29 – Gyarados

No beta de Pokemon Red/Blue, o nome inicial de Gyarados seria SkulKraken. Que seria a junção de Skull (caveira) e Kraken (aquela lula marinha gigante). Outra curiosidade é que Gyarados foi o primeiro pokémon Shiny a fazer parte da história dos jogos, aparecendo em Pokémon Gold e Silver onde pôde ser capturado. Com isso, Shiny Gyarados foi o primeiro Pokemon Shiny de muita gente.

28 – Hypno

Existe uma lenda bem sinistra por trás do Pokemon Hypno, nela diz que ele sequestra crianças e que ele tem uma canção que é de arrepiar… assista esse vídeo do nosso amigo Heitor e entenda melhor sobre isso, alerto a vocês que é bem sinistro.

A descrição dele na pokédex só deixa tudo mais sinistro ainda, veja: “Hypno vai tentar te colocar para dormir usando seu pêndulo. Quando está com muita fome, ele costuma colocar as pessoas para dormir e depois começa a devorar seus sonhos (isso causa uma dor física na pessoa). Houve um incidente um dia que Hypno hipnotizou uma criança e a levou para um lugar desconhecido…”

27 – Jynx

 Em Red/Green/Yellow é impossivel conseguir uma Jynx com o nome e Jynx, porque a unica forma de conseguir é ganhando de um NPC em Ceruleam que a nomeou de Zynx.
Jynx também teve que ter suas cores alteradas de Preto pra roxo, pois a Nintendo foi acusada de racismo.

26 – Koffing e Weezing

Imagem: Dreamstime

Koffing e Weezing tem seus nomes no Japão como NY e LA respectivamente, sendo Nova York e Los Angeles, como sendo uma “homenagem” as cidades mais poluídas do planeta.

25 – Magikarp

Magikarp e sua evolução, Gyarados são baseados em uma lenda chinesa. O mito é sobre um portão do dragão em cima de uma cachoeira e o peixe que conseguisse subir essa cachoeira e passar pelo portão, se tornaria um enorme e poderoso dragão. Outra curiosidade tem a ver com os games: o movimento “splash” é um erro de tradução da palavra japonesa “hop”, e é por isso que este é um movimento do tipo normal, e não água.

24 – Magneton

O magneton é composto por três magnemites, sendo que cada magnemite pesa 6 quilos. Curiosamente, a Pokédex diz que o Magneton pesa 60 quilos!

23 – Mareep

Imagem: ABC

O pokémon Mareep é uma referência ao romance de ficção “Do Androids Dream of Electric Sheep?” (Será que androides sonham com ovelhas elétricas?) de Phillip K.Dick. Também há boatos que o design do Pokémon foi inspirado na ovelha Dolly, o primeiro mamífero a ser clonado.

22 – Mew

Há uma proteção anti-hack e Pokemon FireRed/LeafGreen que ao tentar hackear o Mew, ele não te obedece independentemente de quantas badges vocês tenha.

21 – Mr. Mime

Mr. Mime também pode ser uma menina, mesmo que o nome do Pokemon fêmea ainda inclua “Sr.”, traduzido para o português.

20 – Muk

Segundo a Pokedex uma gota do corpo de Muk é capaz de envenenar e poluir um lago inteiro. Que ótimo Pokémon para se ter!

19 – Nidorino e Nidorina

Na intro do primeiro jogo, aparece um Nidorino, porém o som que ele reproduz é o som de uma Nidorina.

18 – Parasect

Parasect é na verdade a junção de dois organismos e o nome da relação é parasitismo (biologia é vida, né?). Um deles é o inseto e o outro é um fungo. O fungo é representado pelo cogumelo que cresceu nas costas de Parasect até possuir controle total do Pokémon. O que você pode não saber é que na verdade esse fungo realmente existe! Esse fungo se aloja no cérebro dos insetos, tomando o controle do próprio inseto e transformando-o em um zumbi. Esse mesmo fungo foi utilizado como causador do incidente no jogo The Last of Us.

17 – Pikachu

Pikachu (Pokémon Rato) tem o número pokedex de 25, enquanto Meowth (Pokemon gato) tem o número 52. Isso foi feito propositalmente, pois, se inverter os números, você pode ver que eles são o oposto um do outro, assim como os gatos e ratos. Já pensou em como ele e a equipe Rocket são os vilãos que “caçam” o rato no anime? Não, né? Nós aqui na Epic estamos atentos.

Outra curiosidade vem do ano de 2008, um cientista japonês descobriu uma proteína que ajudava a transportar impulsos elétricos dos olhos para o cérebro. Como esses impulsos são muito, mas muito rápidos mesmo, Shigeru Sato resolveu batizar sua descoberta com um nome inspirado no roedor elétrico mais famoso do mundo. E foi assim que surgiu a Pikachurin, uma união de “Pikachu” com “protein”.

Já uma terceira curiosidade é sobre a ilha de Niue, no Japão, onde eles produzem uma moeda própria e em algumas das peças eles decidiram estampar a cara de Pikachu. Por fim, o nome de Pikachu é uma combinação da onomatopeia japonesa para faísca, “PikaPika”, e o som de rangido, que é expresso com “chuChu”

16 – Poliwag

Os redemoinhos na barriga do Poliwag realmente se assemelham ao intestino de um girino da vida real.

15 – Porygon

A primeira vez nos jogos que podemos capturar um Porygon na natureza foi no Pokemon Diamond/Pearl da quarta geração! Outra curiosidade desse pokémon é que seu episódio foi proibido e até apagado de muitos lugares do mundo, devido a um choque que Pikachu solta que por alguns segundos gerou uma reação na tela, com várias cores surgindo rapidamente, levando várias crianças ao hospital no Japão por conta de um ataque epilético. Essa é clássica e fez muitos pais e a mídia acusarem o anime até mesmo de demoníaco.

14 – Rhydon

Rhydon foi o primeiro pokémon criado! Tanto que na maioria dos jogos encontramos pelo mapa estátuas do pokémon, sendo uma homenagem a sua imensa importância para a franquia.

De acordo com Ken Sugimori, principal ilustrador da série: “Os primeiros Pokémon foram Rhydon, Clefairy e Lapras. Inicialmente planejávamos ter Pokémon vivendo ao lado dos humanos, tornando suas vidas mais fáceis. Então, durante os estágios iniciais de desenvolvimento, muitos personagens surgiram com papéis bem claros, como carregar coisas por aí ou navegar pelo mar carregando alguém em suas costas. Também pensamos em personagens mais fofos, como Clefairy, para serem bichinhos de estimação.”

13 – Slowking

Todos sabem que o Slowking é um Slowbro com um Shelder na cabeça né?! E que com isso ele fica super inteligente, mas sabiam que o status máximo dele, nessa forma é equivalente ao status mais alto dos lendários Groudon e Kyogre da terceira geração?? Além de ser um “crânio”, é bastante útil em batalhas.

12 – MissigNo

Em Pokémon X/Y parece que fizeram uma brincadeira com uma imagem no escuro de um estabelecimento muito parecida com o bug “MissigNo” dos primeiros jogos. MissigNo era um aglomerado de pixels misturados que você podia capturar nas primeiras fitas. Ele viria com as mesmas habilidades de um Mewtwo. Veja uma imagem de como ele era.

11 – Spinarak

Informações indicam que Spinarak foi criado por uma criança fã de pokémon, durante um torneio de Trading Card Game nos Estados Unidos (Pokemon TCG é um jogo de cartas famoso da franquia).

10, 9, 8, 7 – As aparências importam?

Essa não é uma curiosidade, mas sim um lembrete que… O pokemon Sudowoodo, não é do tipo planta, e sim do tipo PEDRA. Muitos treinadores, inclusive esse que vos fala, achava que ele era do tipo planta… Mas, não!

Tangela é o único pokemon da primeira geração que é apenas Grass (tipo planta em português), de resto é tudo Grass/Poison, Grass/Psychic. O que é bem estranho visto que Pokémons do tipo Grass normalmente nos lembra que geralmente deve ser verde… E não é verde, mas é o único puro Grass.

Há uma teoria que diz que os rostos do Vanillite, Vanillish e Vanilluxe são de mentira, e os cristais de gelo vistos perto de seus falsos rostos são suas características faciais reais.

O “Pokémon de fralda” Vullaby é rotulado como um Pokémon do tipo noturno na Pokédex. Isso levando em conta também porque a fralda dele parece um crânio humano. Bebê “do mal”.

6 – Yamask

Artista: THDark no NewGrounds.

Deixei o último Pokémon desta lista macabro e o mais bizarro de todos para o final desta matéria. Yamask é um fantasma de uma pessoa que morreu e seu espirito agora fica vagando pelo mundo Pokémon. Ele carrega consigo uma máscara que representa o rosto daquele que um dia já foi vivo. Quando ele encara a máscara, começa a chorar, como se elas o lembrassem de que ele um dia já foi um treinador Pokémon. Se você captura-lo, estará aprisionando o seu espirito dentro da pokébola e se alguém usar a máscara que ele carrega, a pessoa será possuída pelo espírito do treinador morto. É tudo oficial, gente. Tudo oficial.

5 – Wailord

O Wailord pode cruzar com um Diglet. Só isso mesmo.

4 – Wobbufet

Wobbuffets deixam claro que aquilo que parece ser o corpo do Pokémon é, na verdade, um truque. O corpo real seria a pequena cauda preta com dois olhos. Algumas das entradas na Pokédex de Wobbuffet: “Para manter sua cauda escura oculta, ele vive em silêncio na escuridão. Ele nunca é o primeiro a atacar”; “Normalmente dócil, um Wobbuffet contra-ataca ferozmente se sua cauda preta é atacada. Ele faz seu covil em cavernas onde aguarda o anoitecer”; “Ele tenta desesperadamente manter sua cauda preta escondida. Dizem que essa é a prova de que a cauda esconde um segredo”.

OUTROS

3 – Pokémons gritando seus nomes

Não faz sentido os Pokémons gritarem seus próprios nomes em linguagem humana. Em vez disso, pensa-se que a linguagem humana no universo Pokémon evoluiu de gritos de guerra Pokémon. A teoria diz que os seres humanos que vivem ao lado de Pokémons como o Charmander, ouviram a criatura fazer uma chamada que soou como “charmander”, e aplicou os sons às características físicas do Pokémon. Assim, em suas evoluções, a palavra “char” passou a representar algo enegrecido pelo fogo, e “-izard” (por exemplo) tornou-se um sufixo que descreve um lagarto.

E falando no “passado”, vamos relembrar da teoria de que Pokémon se passa numa pós-guerra que dizimou parte da população japonesa. Em Pokémon XY, uma mulher diz “This palace was built after Kalos won a war with neighboring regions”, ou seja, antes de uma guerra quase pré-histórica citada por eles, muito aproximadamente, Kalos esteve em guerra… Com Kanto e outras regiões? Hm.

2 – Pokémons psíquicos VS Inseto VS Fantasma

Artista: u/amerikas no Reddit

Acredita-se que Pokémons do tipo psíquico são fracos contra os do tipo inseto, do tipo fantasma e do tipo noturno porque eles são medos comuns.

1 – Evoluindo pelo medo de abandono

Alguns Pokémons passam por grandes evoluções depois de serem trocados. Acredita-se que estas evoluções possam ser causadas por medo do abandono, e que o Pokémon esteja tentando melhorar rapidamente para que seus treinadores os amem novamente.

Deixe sua Opinião

Deixe sua opinião

Seu e-mail não será publicado. Os campos * abaixo são requeridos.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esqueci a Senha

Entre com seu nome de usuário ou e-mail. Você receberá pelo e-mail registrado um link que lhe criará uma nova senha.